domingo, janeiro 29, 2017

Sou-te

















Sou-te

Palavra em silêncio sussurrada.
Sou gato em teu telhado ao luar.
Sou lua na janela iluminada,
Sorriso que pousou no teu olhar.

Sou infusão de salva e cravinho,
anis, canela, arruda e aroeira.
Sou estrela que ilumina o teu caminho,
que fica ao teu lado a noite inteira.

Dentada na garganta do teu beijo,
Sou regaço suave em que te abrigo
E entre estes dois braços te protejo

Nesse abraço eu fundo-me contigo
Unidos corpo e alma no desejo...
E tu, o mundo todo aqui comigo!