quarta-feira, outubro 26, 2011

O Romance do Farol



Não passa desapercebido
A imagem do farol
é como um dedo estendido
Que a terra aponta ao sol

Nesta língua de areia
Entre o céu e o mar
Vislumbro a brincadeira
De dois seres a namorar

Brilha a luz na noite incerta
Vigilante olhando o mar
O farol o céu penetra
Intensa lição de amar

Uma brisa sibilante
agitando a onda em espuma
Tudo pára num instante
À espera que o amor se assuma!
Posted by Picasa

Na linha da costa

Na areia da praia
Onde nada nascia

Plantámos sorrisos
Colhemos alegria

Na areia da praia
Floriram esperanças
O cinzento do crescido
O colorido das crianças!

 
Na linha da costa

terça-feira, outubro 11, 2011

Espalhei os meus sonhos aos vossos pés.



HAD I the heavens’ embroidered cloths,
Enwrought with golden and silver light,
The blue and the dim and the dark cloths
Of night and light and the half light,
I would spread the cloths under your feet:
But I, being poor, have only my dreams;
I have spread my dreams under your feet;
Tread softly because you tread on my dreams.


W.B. Yeats (1865–1939)
"He Wishes For the Cloths of Heaven"
from the Collected Works of W.B. Yeats






É belíssimo este poema de Yeats e deixou-me a pensar. Porque eu também, pobre que sou, só tenho sonhos e espalhei-os aos vossos pés. Quando os pisarem façam-no com cuidado pois são os meus sonhos que pisam. 
 
 

domingo, outubro 09, 2011

Até ao fim














Até ao fim

Quantas vezes em meus braços
Te deixaste adormecer
Tantas vezes em silêncio nos amámos
Até o dia amanhecer

Entre gestos de ternura
Vimos o dia nascer
Encontrámos mais do que procurámos
Fomos além do prazer

                Eu vivo a vida pela alegria
                De te ter ao pé de mim.
                Serei capaz de ficar contigo
                E de te amar até ao fim

Vivo para ti cada segundo
Cada bater do coração
Como um tambor
Um tambor que dá à vida
O ritmo de uma canção. 

Motivação Humana