quarta-feira, maio 27, 2009

Ai Menina

Ai Menina o meu desejo
Não pode ser condenado,
Grande a pena que eu apanho
Por me ter apaixonado.

A correr pelos caminhos
Na loucura de te ver,
À noite sonho contigo
Com o momento de te ter

As palavras não me ajudam
A dizer o que aqui vai.
Há mil coisas em meu peito
Mas daqui nada me sai.

Se te apanho ao pé de mim
Conto-te tudo o que sinto,
Digo tudo de uma vez
Ponho o branco no tinto

O teu olhar mexe comigo
Com o teu sorriso fico tonto
Sonho provar o teu beijo
Mas fico por aqui e pronto

Ai Menina se soubesses
Como eu ando apanhado,
Acredito que fizesses
Tudo que eu tenho sonhado!

Sem comentários: