quarta-feira, setembro 09, 2009

Enquanto os balões voarem

Enquanto o céu for azul,
E a brisa soprar no meu rosto.
Enquanto a música me encher o coração,
e o calor do sol trouxer rubor às tuas faces.

Enquanto as palavras que semeei dentro de mim
derem fruto.

Enquanto o meu coração tiver olhos,
o meu desejo tiver mãos e pele e corpo,
e o meu sentir tiver boca.

Por mais que a realidade me sufoque.
as notícias me angustiem,
E a morte me persiga.

Enquanto os balões coloridos se levantarem no ar,
há sempre razão para sorrir.




Fot0: USA HotAir

1 comentário:

Anónimo disse...

Enquanto houver um TU que me levante os pés do chão...acreditarei num Eu capaz ainda de migrar em balões coloridos de vida.