quarta-feira, maio 16, 2007

Guardas o Mar todo dentro do teu ventre

Os teus olhos não revelam segredos.
A brandura do teu gesto, a finura dos teu dedos,
são como plantas num jardim por conhecer.
Os teus seios são rosas de canteiro,
o teu cabelo um arranjo floral sempre diferente.
A tua pele areia de passeio onde por vezes saltito alegremente.
Guardas no silêncio o que te magoa.
Guardas alegrias num sorriso quente.
Mas o mais mágico em ti,
é todo o mar que guardas no teu ventre.

Sem comentários: