segunda-feira, fevereiro 25, 2008

Alice



Há um relógio sobre a mesa
em que o tempo parou.
Há vazios nesta casa
que Alice deixou.

Há lembranças da menina
que se tornou mulher.
Há histórias muito antigas
que não vamos esquecer.

Entrou por uma toca
foi atrás do coelho.
Descobriu um novo mundo
do outro lado do espelho.

Figuras bem simpáticas
sorriso e dentura
Chapeleiros mágicos
em completa loucura.

E uma dama de copas,
que a quer ver presa.
Tudo preocupado
em manter a cabeça.

Cores e fantasias,
no mundo de magia.
Aqui deste lado
lembro a sua alegria.

Alice...
O seu tempo parou.
Alice...
Que saudade deixou.
Alice...
Caminha pela estrada
de sorriso alegre
sempre muito animada.

E agora vai Alice,
no seu novo caminho.
Encontrou o companheiro,
que andava sozinho.

E os dois de braço dado
vão matando a saudade,
no País das Maravilhas
onde é tudo verdade.

Sem comentários: