terça-feira, julho 29, 2008

Aniversário do poeta Joaquim Sustelo

O poeta estava no alto do monte
de onde ele estava
via o horizonte,
via o caminho que tinha percorrido
e o que ainda lhe faltava percorrer.
Tinha ao seu lado a poesia
e na mão o cajado da alegria de viver.
Num brado forte gritou ao vento
palavras que ele escreveu
quebrado, por fim, o silêncio
a terra tremeu.

Sem comentários: