quarta-feira, julho 09, 2008

O fado do circo

Vinde todos ver
meninos e meninas
velhotes e reformados
gente de qualquer idade
o grande circo chegou
à cidade

Camioes e jaulas
tendas e atrelados
Carroças e cavalos
gastos de tantas viagens
politicos que falam verdade
e outros animais selvagens

Tinham um macaco azul
um papagaio cantor
tinham uma mulher barbuda
Que agora se despediu,
depois de ouvir que na América
houve um homem que pariu

Trapesistas domadores
Cobras ursos e leoes
Cavalos de piacadeiro
Tudo animais ensinados
são espelho dos portugueses
que estão todos amestrados

Este circo resiste
contra toda a adversidade
é que nos tempos que correm
dá mais show a realidade
E a gente leva na boa
a crise como se diz
E eu só para disfarçar
Faço de palhaço feliz

Sem comentários: