terça-feira, abril 21, 2009

A fronteira não é um traço no chão

Separa o monte, o rio, a escarpa,
separa o homem, a ideia, a nação
separa o rico do pobre,
não é um traço no chão.

Separa, o jovem dos outros,
separa irmão de irmão,
separa marido e mulher,
não é um traço no chão.

Separa a terra do mar,
é no horizonte divisão,
separa isto daquilo,
não é um traço no chão.

Separa o Outono do Inverno,
a Primavera do Verão,
separa o Amor de tudo o o resto,
E não é um traço no chão!

Sem comentários: