sábado, fevereiro 27, 2010

Se me vires por aí...

Se me vires por aí,
perdido sem saber o norte,
acolhe-me.

Aperta-me no teu regaço,
afaga-me no teu seio,
diz que não vais deixar que aconteça
o que eu mais receio.

E mesmo que não o sintas,
que saibas que é tudo mentira, sorri...
e diz-me com a voz doce com que me fazes encantar,

diz o que quiseres,
como quiseres,
porque se tu disseres
eu vou acreditar.

1 comentário:

MagalhãesFM disse...

"diz o que quiseres,
como quiseres,
porque se tu disseres
eu vou acreditar."

stor, n sei pk mas isso fez me lembrar quando o stor diz q podemos copiar a vontade, desde k o stor n veja... ou seja, pode-mos mentir, desde que ninguém saiba a verdade, xD