domingo, outubro 09, 2005

O Escorpião e a Rã

Arde a floresta num fogo
incêndio cru e violento,
fogem os animais em espanto
em busca de salvamento.

Correm até ao rio,
mas param na sua margem,
Quem não sabe nadar,
acaba aqui a viagem.

Um escorpião em desespero
pede ajuda à meiga rã
se ela não o socorrer
estará morto pela manhã.

"Tomas-me por parva a mim,
que te conheço de gingeira?
Antes da viagem acabar,
matas-me à tua maneira!"

"Não sou louco a tal ponto,
também gosto de viver...
Se te fizer algum mal,
também eu vou morrer"

O coração amolece
e rã, toda ternura,
dá boleia ao escorpião
e começa a aventura.

Nada a rã até ao meio
do rio que os vai salvar
sente uma picada nas costas
e não quer acreditar!

Seu corpo envenenado
vai ao poucos parando
e afunda-se nas aguas
estão-se os dois afogando!

"Oh escorpião traçoeiro,
assim vamos morrer!"
"É assim que eu sou...
E nada posso fazer"

3 comentários:

Anónimo disse...

Instinto mau!

Cocas disse...

Eu gosto mais desta:
Um mestre oriental viu um escorpião que se estava afogar e decidiu tirá-lo da água, mas quando o fez o escorpião picou o.
Pela reacção de dor, o mestre soltou o e o animal caiu novamente na água. O mestre tentou tirá lo novamente e novamente o animal o picou. Alguém que estava a observar aproximou se do mestre e disse lhe:
"Desculpe mas o senhor é teimoso!? Não entende que todas as vezes que tentar tirá-lo da agua ele irá picá-lo?”
O mestre respondeu:
"A natureza do escorpião é picar, e isto não vai mudar a minha que é ajudar".
Então, com a ajuda de uma folha o mestre tirou o escorpião da água e salvou lhe a sua vida.

Moral da história:
Não mudes a tua natureza, se alguém te faz mal, apenas tome precauções. Alguns perseguem a felicidade, outros a criam. Quando a vida te apresentar mil razões para chorar, mostre-lhe que tens mil e uma razões pelas quais sorrir.

Loureiro disse...

Não é propriamente um instinto mau... É a própria natureza do escorpião...
é até, o único animal para além do homem, que prefere cometer o suícidio, a deixar que a sua vida seja tomada por algo estranho...