quinta-feira, outubro 06, 2005

Um passo mais

Segui na noite
Por entre os becos
Fugindo sempre
Dos mesmos medos

Lutar por ser
Querer viver
Meter na vida
A fantasia da alegria

Na beira do abismo
Um passo mais
Um passo a mais
Um passo de mais!

1 comentário:

Anónimo disse...

Ser infeliz, condenação ingrata a quem não acertou, seguiu as regras, leis tão dispersas quanto quem as criou.
É infeliz por opção, não pode culpar o coração.
Deve procurar um caminho onde não existem erros , já que não há mais tempo para os erros o encontrar.
São tantas as esquinas, não sabe em qual virar, se pudesse parar... na inércia, sem som, sem luz, sem ar...