quinta-feira, janeiro 03, 2008

mil palavras em silêncio

Era silêncio e palavras

rodavam num turbilhão

cabeças embriagadas

perdidas e encontradas

no meio da emoção


O xadrez que eles jogavam

era um jogo secreto

palavras que eles trocavam

desejos que ocultavam

naquele ritmo incerto


Ela o cabelo soltou

mesmo antes de dormir

ele olhando ficou

e logo adivinhou

o que estava pra vir


Dois corpos no ar dançando

brandos gestos de ternura

braços que se vão tocando

bocas que se vão beijando

na sua doce loucura.




Sem comentários: